RESGATANDO A CULTURA: Casa de Farinha Artesanal em Gravatá

RESGATANDO A CULTURA: Casa de Farinha Artesanal em Gravatá

Rotina agitada no STR, e o presidente, Zé Mário, não descansa sua paixão pela vida no campo, de onde ele veio e faz questão de sempre lembrar de suas raízes. Nessas andanças do dia-a-dia de trabalho burocrático no Sindicato, às visitas na zona rural de Gravatá, hoje foi o dia de rebuscar a infância do presidente numa casa de farinha artesanal.

Na comunidade do Sítio Mapirunga, próximo ao distrito de Mandacaru, a visita à casa de farinha foi um incentivo do Sindicato às famílias da localidade, para não deixarem de produzir a farinha artesanal, trazendo o sustento à elas mesmas, além de manter viva uma cultura muito antiga.

Relembrando os tempos de sua infância, Zé Mário ainda se propôs a fazer farinha com a família de agricultores.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *